Implante Capilar - Dr. Adriano Medeiros

Procedimentos Cirúrgicos – Implante Capilar

Os cabelos são considerados a “moldura do rosto” e contribuem e muito com a harmonia e a beleza facial. Um cabelo bonito e bem cuidado, além de melhorar a auto estima, abre portas para quem quer conseguir um bom emprego e vencer na vida. Cuidar dos cabelos, ou mais precisamente da falta deles é uma questão que atormenta milhares de pessoas. A tão temida calvície exerce um efeito negativo na vida das pessoas, baixando a confiança, levando a tristeza e, nos casos mais extremos, até mesmo a depressão.
Atualmente podemos contar com a cirurgia de transplante capilar que vem transformando e enchendo de esperança milhares de pacientes que sofrem com a calvície.

Tudo que você precisa saber sobre implante capilar – dúvidas mais frequentes

O que é transplante capilar?

Implante Capilar

É um procedimento cirúrgico que tem como objetivo proporcionar um couro cabeludo mais cheio e denso, corrigindo as áreas de calvície, o que ocasiona uma aparência mais jovial, e principalmente devolve a auto confiança e melhora a auto estima dos pacientes tanto na sua vida social como no trabalho.

Quais as principais indicações e pré requisitos para a cirurgia de implante capilar?

As indicações da cirurgia se baseiam na classificação da calvície proposta por NORWOOD ( vide figura ) que classifica o grau da calvície do paciente, assim o cirurgião pode fazer um planejamento iindividual para cada paciente, o que pode exigir apenas uma intervenção ou algumas para se obter a densidade capilar adequada e natural.

Como é realizada a cirurgia de implante de cabelo?

A técnica consiste em retirar cabelos da região da nuca e transplanta-los para a área calva. É um trabalho artesanal onde os fios são colocados praticamente um a um e distribuídos de forma a ficar com aspecto natural, não sendo possível perceber que o paciente foi submetido a uma cirurgia.

Como é o pós operatório da cirurgia de implante de cabelo?

O paciente submetido ao transplante capilar tem alta domiciliar no mesmo dia, não sendo necessária a pernanência durante a noite. Isso devido ao fato da cirurgia ser realizada com anestesia local e sedação. O retorno as atividades no trabalho pode ser feita após a primeira semana e os pontos são retirados por volta de 10 a 14 dias.